Os dias da Recriação. Antonio Gil 3ºcapítulo: o segundo dia. 3.1-Picuinhices das esferas inferiores

Os dias da Recriação. Antonio Gil

3ºcapítulo: o segundo dia.
3.1-Picuinhices das esferas inferiores

A Ouvir: Carregando ...

(Faça um like na opção por favor)(Pode ouvir o texto no final da página)
 

- Acordei no meu novo gabinete, feliz como um Demiurgo: mal podia acreditar nos acontecimentos da véspera e o próprio sonho pareceu-me um bom augúrio. Vi que na impressora, havia umas páginas que eu não deixara lá. Logo que descobri o seu autor, li-as com a pachorra que ainda tinha:

Os dias da Criação: argumento de N.Joy a realizar por Sigma, para a Éden filmes:

A imagem inicial será a de escuridão total, com um ou outro relâmpago a iluminar de vez em quando, um bosque, luxuriante. De vez em quando, nas legendas floreadas de costume, aparecerá:

BRRRROOOONNNNN
BBBOOONNNMMMM
BBBBOOOOONNNNN

Que é, evidentemente o som do trovão, estourando como é da praxe, um certo tempo depois de cada faísca, consoante a dita caia mais ou menos longe de quem ouve. E quem ouve, neste caso, são eles (mostrar imagem do casal primordial muito agachadinho na gruta ), já acagaçados que chegue com a tempestade para poderem suportar sem calafrios, a criatura de grandes asas, diante deles, com ar de muito poucos amigos, que lhes lança as seguintes maldições, em sucessivas legendas que intercalam com close-ups do rosto irado do arcanjo e das fuças aterrorizadas dos Homo Credens credens.

Cena um

Grande plano do Arcanjo erguendo a espada de fogo, com ar de quem pode quer e manda:

legenda um:

Ah, bardinas, ah vadios
Espinhas no divino goto
Que tornais Nossos belos rios
no vosso cano de esgoto.

Interrompi a leitura com os sete alarmes em plena actividade:

- Mas este gajo é um senhor doido- disse para comigo- quem é que se lembra de escrever um guião deste calibre?. Estou bem arranjado, não há dúvida. Por curiosidade li uma quadra mais à frente:

A espada de fogo pendente sobre Adão e Eva que, com música de fundo gemem.

pagareis com o suor do rosto
água, a luz, recolha do lixo
e o que sobrar do imposto
mal dará pró mata-bicho

Macacos me mordam se eu não era capaz de escrever um guião melhor que este, mesmo dispondo de pouco tempo. Deitei mãos à obra, com afinco. Com que então, N.Joy queria ter um filme sobre a criação? Pois ia tê-lo:

Os dias da criação
argumento de Sigma para a Éden filmes

Para que tenham um nascimento e uma infância como todos os seus futuros descendentes, Ivan e Adamina, o meu casal primordial, são, por enquanto bebés e foram entregues à guarda de uma legião de Anjos e Arcanjos especializados em diversas áreas, da educação à saúde, passando por gabinetes de apoio psicológico. Como os fedelhos vão viver longe do Céu, nomeei Lilith e Lúcifer seus encarregados de Educação, na Terra.

take número um:

- Onde planto os duzentos e cinquenta mil rebentos de cedro, que encomendaste, Lúcifer?- perguntou Agranel, o anjo transportador.
- Oh, espalha-os pelo planeta. Não sobreviverão a todos os climas mas a selecção natural fará o seu trabalho
- E as sequóias? E os carvalhos?
- Não me faças mais perguntas dessas, vê lá se tens alguma iniciativa que eu estou farto de ter de resolver tudo, até ao mínimo detalhe. E ainda nem sequer começámos a construir o complexo.
- O complexo?
- Sim, não sabes? Sigma quer que o seu mundo obedeça, desde o início, ao Plano Director Planetário que por sua vez é decalcado do Plano Director Celestial. Ele quer que o que está em baixo seja igualzinho ao que está em cima.
- Mas isso não é possível- disse Agranel- os materiais de lá de cima são incorruptíveis.
- Pois, eu sei. Também lhe coloquei essa objecção. Ele disse-me que ia abrir pelo menos mil escolas de restauro para que os descendentes de Ivan e Adamina nunca deixassem que o complexo se degradasse.
- Mas isso é o cabo dos trabalhos- exclamou Agranel meneando a cabeça.
- E tu ralado? – zangou-se Lúcio- quando isso acontecer é lá com os mortais, eles que se amolem. Para criados deles, já basta agora: desde profs a amas secas, temos de fazer de tudo.
- Escusas de me falar assim-, pá! O-k., O.K.eu vou tratar disto.
- E não te esqueças de levar os dinossáurios daqui: eles deviam ter sido levados para o planeta Retra e não Terra.
- Sabes o que é que faz estes erros? - queixou-se Agranel- é a mania que o tipo lá de cima tem dos anagramas.
- Isso não é assunto meu. Leva os bicharocos daqui antes que eles dêem cabo dos rebentos das milhares de espécies que já plantámos.
- Mas agora vai ser difícil apanhá-los todos. Soltámos por aí milhares deles, de várias espécies.
- É mais fácil agora que são bebés não achas?
- Bom, vamos ver o que se pode fazer. Não podias mandar-me três ou quatro arcanjos dos mais espadaúdos dar-me uma ajudinha? É que eu também tenho ainda de trazer muitas coisas da lista e.
- Nem pensar meu rapaz. Preciso de todos os meus colaboradores. Desenrrasca-te.

Os dias da Recriação. Antonio Gil

3ºcapítulo: o segundo dia.
3.1-Picuinhices das esferas inferiores