APIFIA. Preocupações. Antonio Gil

APIFIA. Preocupações. Antonio Gil

A Ouvir: Carregando ...

(Faça um like na opção por favor)(Pode ouvir o texto no final da página)
 

As pessoas deviam fazer testes sanitários antes de se oferecerem como alimento às piranhas mas disso ningfuém fala, ah poizé!

Dona Cândida Boavida, presidente da Associação Petas Irrelevâncias, Futilidades, Insignificâncias e Afins (A P.I.F.I.A) declarou-se muito preocupada com a saúde das piranhas, especialmente as que apreciam e ferram os dentes de vez em quando em carne humana. Nas suas palavras,:
-Não tem havido controle de qualidade da carne humana fornecida às piranhas pois como se sabe qualquer bípede não certificado pode entrar num rio onde elas vivam sem ter passado por uma despistagem sanitária.
É mesmo raro apanharem carne de qualidade, pois muitos dos incautos banhistas não têm propriamente hábitos de vida saudáveis e entre essas doenças estão nomeadamente a rubéola, a escarlatina e escarlagermânica, até mesmo as doenças venéreas que põem em risco a saúde das piranhas e o seu bem estar sexual.
Era por isso importante informar as pessoas que em caso nenhum devem dar-se a si mesmas de refeição aos animais sem antes terem feito um check-up completo ao seu estado de saúde. Podia-se começar por uma campanha pedagógica aconselhando a que doravante só seres saudáveis se pudessem banhar nesses locais.
Mas se isso não bastasse para resolver o problema, deviam colocar-se batalhões de enfermeiros e médicos, devidamente munidos de meios, ao longo dos rios, para assegurar que ninguém alimentaria as piranhas sem ter feito os testes prévios.
Afinal de contas - rematou Cândida com um sorriso cândido - se nós não gostamos de intoxicações alimentares temos de reconhecer que também as piranhas não gostam e isso pode-se evitar seleccionando o alimento de forma a não as prejudicar.
Decerto qualquer cidadão respeitador da natureza apreciará melhor ser degustado pelas piranhas se não tiver nenhuma doença e possuindo portanto a certeza absoluta que a sua carne não envenenará as pobres piranhas.

APIFIA. Preocupações. Antonio Gil